Por qual razão eu fui inventar de fazer um blog?

Bom, eu vim de uma família grande. Duas irmãs beeeeemmmm intrometidas, uma mãe mais intrometida ainda e um pai que só se tornou reservado por que tem suas próprias coisas pra esconder. Sim. Esconder.
Com isso, dá pra entender o motivo de anonimato.
Mas, guria, não é melhor fazer um diário? NOPE. Elas iriam achar, elas sempre acham, É como se elas nascessem com um sensor. bip bip bip. Vamos mostrar pra todo mundo e usar oque estiver aqui nas discussões nos próximos 5 anos.
Então, sim. O que você está lendo, pessoa desconhecida, é a minha vida. Com altos e baixos, brigas, traições, picuinhas, amizades - você irá perceber, se continuar lendo, que não são muitas - confusões, corações partidos e por mais incrível que pareça sem nenhuma ambição.
Mas hein.. Porque sem ambição?
Eu sei que isso é um sentimento bom, que até garante o futuro. MAS assim como está na minha apresentação no blog, eu não tenho plano. Ter na verdade eu tenho, eu só não tenho vontade de executá-lo... Mas isso fica pra outro post.

Boa sorte se quiser continuar a ler. Eu, particularmente, não aconselho.

Bjos,
         ✩.

Comentários